PARIS 2013 - parte I

19.2.13

Olá!
Hoje, com a janela aqui do lado a fazer passar um dia de sol aberto e quentinho, decidi partilhar convosco os dias CHEIOS DE NEVE de há um mês atrás, em PARIS!
O tempo passou, e, como de costume, chegámos ao atelier e com o imenso trabalho a precisar de nós, lá se foram passando os dias e nada de tempo para escrever como correu a viagem a Paris!

Bom, antes de mais, devo mencionar que estes escapes a cidades europeias, servem também para sairmos deste remoinho de trabalho em que nos envolvemos como ninguém, na VISI VICI.
Desde que criámos a VISI VICI, o nosso tempo com a familia e amigos é tão reduzido que o tempo PARA CADA UMA DE NÓS quase não existe! Assim, estas escapadelas servem também um pouco para refletir sobre a nossa vida, o que estamos a fazer com ela... definir prioridades...e, claro... FONTE DE INSPIRAÇÃO para o NOSSO MUNDO COR-DE-ROSA: VISI VICI!

Marcámos a viagem com alguma antecedência.
Dias contados! SIM, porque sair daqui e deixar deste lado, as nossas filhotas, faz com que cada viagem (depois do nascimento delas) não seja a mesma coisa... cabeça lá... coração CÁ!!!
 A vontade de ir é muita... mas a vontade de ficar ou de levar as pirralhas é GIGANTE! E com o frio que se instalou tanto cá como lá, para bem delas - é melhor FICAREM!
Sim...elas ficam com os papás e sei que ficam bem, mas, connosco ESTÃO MELHOR!!! (eu continuo a achar que sim!)

Lá fizemos das tripas, coração, e, ainda não eram 7h da manhã lá estávamos nós a sair de casa com troleys nas mãos para apanhar um táxi... e eis que uma ventania invulgar nos ajudou a levar a bagagem pelo ar. Qual Mary Poppins? Olhámos uma para a outra e a Carla verbalizou:
"mas os aviões voam em segurança com ventanias destas?"
O Sr. do táxi, agarrado à porta (ainda não sei se com medo que ela voasse ou com medo de ele próprio levantar voo), lá nos ajudou com as malas. Caixotes do lixo no meio das avenidas... o cenário não era o melhor!
Chegadas ao aeroporto, depois de check-in feito, pequeno almoço com uma amiga muito querida, lá fomos para a porta de embarque. Tudo tranquilo.
Na hora de embarcar... um comunicado: "Pelas más condições climatéricas no aeroporto de Lisboa, o voo foi adiado. Daremos mais informações às 11h"!
E às 11h, foi-nos referido o mesmo: "Mais informações às 13h".
E às 13h: "Mais informações às 14h30m" .... e assim foi até às 19h, hora em que nos disseram que o nosso voo tinha sido CANCELADO.


Vontade de gritar, bater em alguém...arranjar paciência... remarcar outro voo... buscar malas... e horas de espera, no meio de cada passo... em suma: saímos perto das 23h do aeroporto! 16 HORAS EM ESPERA NO AEROPORTO DE LISBOA para no dia seguinte estar às 5horas da manhã para fazer novo check-in.
Jantar - fora de horas - com pirralhas e maridos e dormir quase nada para finalmente voar para PARIS.
Chegadas ao aeroporto, às 5h10m... voo CANCELADO!
Aiiiiiiii... parecia um filme! Eu já achava que isto eram "sinais" vindos, não sei exactamente de onde, para NÃO VIAJAR PARA PARIS!
Não conseguimos ir no voo seguinte, mas, lá estávamos nós a embarcar perto das 16/16h30m.

 
Nem estávamos a acreditar! Eu cheia de medo! Não fossem estes atrasos todos um sinal para não ir, e eu, com uma menina LINDA que não queria nada perder, a arriscar a minha vida num voo em dias de tempestade. (SIM- eu sei-  sou uma exagerada! Na verdade enquanto o avião não PAROU, paradinho, não consegui descontrair nem respirar fundo!).
Entretanto, no meio desta saga, (nem tudo é um horror) fizemos uma amiga muito querida, que adotámos desde os 1ºs minutos. Andámos sempre as 3, de um lado para o outro. Passámos horas e horas seguidas, juntas e de facto, foi muito mais fácil passar todo este pesadelo assim - JUNTAS! (Obrigada, Fátima!)


Ainda a sobrevoar Orly e arredores, deparámo-nos com uma paisagem BRANCA!
L I N D A ! ! Que paisagem maravilhosa. De cima, parecia uma enorme maqueta de arquitectura. Chão e volumes, TUDO A BRANCO. Neve... neve...NEVE!!!

Chegámos ao centro de Paris já de NOITE! Bem à hora do jantar!
Uma noite FANTÁSTICA. Nunca tinhamos visto Paris com Neve, e, de facto, fica com um glamour dificil de descrever! Não apetecia sair da rua!
PARIS, BRANCA DE NEVE!

 (não gosto nada de como fiquei nas fotos... mas cá vão... não tenho outras!)

Depois de jantar, e já no quentinho do hotel, consegui perceber que afinal os sinais, não eram sinais - pelo menos para a ida! Ufa! A minha filha ainda tem mãe! :P

 ...
Já me estou a alongar... o dever chama-me!
Amanhã voltarei!
PINK Kisseeessss
Kika

You Might Also Like

0 comentários